Follow by Email

sábado, 13 de outubro de 2012

Tratamentos estéticos vendidos pela internet através de sites de compras coletivas oferecem riscos

Procedimentos estéticos nunca estiveram tão acessíveis ao público. Sites de compra e venda coletiva oferecem pacotes dos mais variados tratamentos de beleza e saúde a preços bem promocionais. As vantagens são fantásticas já que um tratamento de peeling facial pode sair até 86% mais barato do que no mercado tradicional. Um pacote com depilação a laser está 85% mais em conta; o de drenagem linfática, 72%, enquanto para redução de medidas ou lipo sem cirurgia, o desconto é de até 95%. Isso tudo surge ao lado de promoções de pizzas, cortes de cabelo, viagens etc. A comodidade pode ser uma vantagem, mas especialistas revelam que o barato pode sair caro.

Segundo a fisioterapeuta Miriam Campos, tem se tornado comum pessoas procurarem clínicas estéticas e outros profissionais para reparar danos causados por procedimentos mal feitos. “A drenagem linfática, por exemplo, é um procedimento que estimula a circulação, fazendo a distribuição de líquidos estimular a diurese pelos rins. 
O estímulo renal motiva o aumento do metabolismo de substâncias que, por sua vez, promovem a eliminação de toxinas”.


Mas a especialista alerta que a desinformação de um profissional não qualificado pode ocasionar riscos severos à saúde. “Como a evolução da doença do paciente, por exemplo, levando à piora do quadro, por aumentar a disseminação do processo infeccioso e do câncer pelo organismo. Pode causar acidente vascular cerebral, infarto agudo do miocárdio e trombose venosa profunda, gerada por algum trombo que se desloca, atingindo vasos importantes devido a varizes severas. Vale lembrar que o uso incorreto de aparelhos pode causar queimaduras e sabe-se que são proibidos usar alguns aparelhos em pacientes que tem marca-passo, feridas abertas, locais de próteses, por exemplo”, revela.


Miriam Campos destaca que “o barato sai caro”, especialmente quando se trata da saúde. “Atendi uma cliente em limpeza de pele que comprou o tratamento em um desses sites por R$ 45. Após o procedimento, o rosto dela apresentou uma evolução de acnes e manchas. Talvez isso tenha ocorrido não pelo procedimento em si, mas por causa do uso de produtos inadequados ou de avaliação incorreta ou até mesmo não realizada. No caso dela, não foi levada em conta que sua pele era oleosa e o uso de produtos não profissionais pode ter ocasionado efeitos contrários. Por terem um custo alto, acabam sendo trocados por outros na hora dos procedimentos estéticos, justificando a promoção de tal tratamento”, afirma a fisioterapeuta. Segundo o relato da paciente, além de procurar a fisioterapeuta, foi preciso consultar um dermatologista. “Gastos com medicamentos e tratamentos estéticos com fisioterapeuta e dermatologista multiplicaram os R$ 45 por 10 vezes”, completa Miriam.


Fonte: http://jmonline.com.br/novo/?noticias,7,SAUDE,57527

Nenhum comentário:

Postar um comentário