Follow by Email

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Ultrassom de 1mhz e 3 mhz. Saiba Qual é a Diferença

O que é Ultra-som (U.S.)?
Seu mecanismo baseia-se na produção de ondas sonoras de alta freqüência (não audíveis pelo ouvido humano) utilizando-se uma máquina de Ultra-som. As ondas sonoras atravessam a pele até o interior do organismo, utilizando um gel aplicado sobre a pele como condutor.

Para que serve o Ultra-som no tratamento da dor?

O Ultra-som é extensivamente utilizado e combinado com outras modalidades de tratamento de lesões de tecidos moles. É creditado ao Ultra-som possuir um efeito benéfico na redução da dor e estados inflamatórios aumentando a mobilidade funcional e reduzindo o tempo de recuperação.

Existe evidência implicando um papel fundamental dos mecanismos atérmicos na produção de um efeito terapeuticamente significativo: estimulação da regeneração dos tecidos, reparo do tecido mole, aumento do fluxo sangüíneo em tecidos cronicamente isquêmicos, síntese de proteínas e reparo ósseo1.

Além disso, a potência de 0,5 W/cm2 em pulsos à freqüência de 3 MHz é empregada para tratamento de tecidos superficiais, pois a energia é rapidamente absorvida; com efeitos não-térmicos conseguidos através da forma em pulsos e uma intensidade baixa. Ainda, o principal componente necessário para a remodelação adequada e um dos aminoácidos essenciais do colágeno aumentam depois de doses baixas de Ultra-som em pulso. Esses eventos fazem com que o tecido conjuntivo cicatrizado seja mais forte e deformável, capaz, portanto, de suportar cargas elevadas2.

Quais são os tipos de Ultra-som e quais são seus benefícios?

São dois tipos de Ultra-som:

a. Ultra-som Pulsado. Benefícios: massagem mecânica, dispersa os fluidos do edema, dispersa toxinas, provoca a quebra de calcificações.

b. Ultra-som Contínuo. Benefícios: produz calor profundo na interface muscular, aumenta o fluxo de sangue para circular os nutrientes, reduz o espasmo muscular, elimina a formação fibrótica.

Para que devem ser usados os aparelhos de Ultra-som do tipo pulsado ou contínuo?

Depende do tipo de resposta que é buscada. O modo contínuo eleva mais efetivamente a temperatura do tecido. Os modos pulsados, que possuem ciclo de trabalho de 20%, 10% ou 5%, diminuem os efeitos térmicos.

Ambos, contínuo e pulsado, podem produzir efeitos não térmicos.

Para que servem os efeitos não térmicos do Ultra-som?

Os efeitos não térmicos do Ultra Som incluem a estimulação da regeneração dos tecidos moles e restauração óssea, aumento do fluxo sanguíneo e mudanças no metabolismo das células e promovem o alívio da dor. Observa-se que o modo contínuo aumenta a extensibilidade de estruturas ricas em colágeno, produz aumento na mobilidade articular, diminuição do espasmo e da dor, aumento do fluxo sangüíneo e da velocidade de condução nervosa produzindo ainda reações inflamatórias medianas (liberações histamínicas).

Qual a diferença entre as freqüências 1.0 e 3.0 MHz?
O U.S. de 1.0 MHz é usado em estruturas mais profundas (músculos, tendões, bursas), pois ele é pouco absorvido em estruturas superficiais e em tecido adiposo.

Ao contrário, 3.0 MHz deve ser usado em estruturas superficiais pois a energia é absorvida nos tecidos que estiverem entre 1 e 2 cm abaixo da superfície da pele evitando o rebote do periósteo.

Quantas aplicações seguidas de Ultra-som podem ser realizadas durante o tratamento?
Após cerca de 10 a 12 aplicações seguidas, uma por dia, em uma única área do corpo, é recomendado que o uso do aparelho passe a ser descontínuo, para evitar possíveis efeitos fisiológicos degenerativos.

Quais são os efeitos fisiológicos do Ultra-som?
O Ultra-som aumenta a taxa de metabolismo no tecido; aumenta a extensibilidade do colágeno; aumenta o fluxo sangüíneo e a cicatrização tecidual; diminui a sensibilidade de elementos neurais; alivia a dor e espasmos musculares.

Quais são as indicações do Ultra-som?
O Ultra-som possui indicação para tratamento de lesões teciduais não agudas, tratamento de inflamação sub-aguda ou crônica, regeneração tecidual, bursites não agudas, capsulites adesivas, para suavização do tecido cicatricial, miosite e estados de irritação da raiz nervosa.

Quais são as contraindicações do Ultra-som?

A sua contra-indicação é específica para neoplasmas (câncer ativo), desordens circulatórias, útero gravídico ou sobre os órgãos reprodutores, áreas de inflamação aguda, feridas abertas, epífises de ossos em crescimento, acima ou sobre aparelho de Marcapasso.

Deve ser evitado seu uso (contra-indicação relativa) sobre áreas insensíveis, sobre fraturas não consolidadas, tratamentos em áreas sobre o cérebro, o coração, os olhos e os ouvidos.

É contra indicado o uso de Ultra-som no músculo peitoral maior devido a este músculo estar próximo ao coração?
Assumindo-se que o coração esteja a 4 cm da superfície da pele, uma dosagem de 0.5W/cm2 poderá seguramente ser aplicada.

A espessura de meio-valor (D/2), ou seja, a distância percorrida pelo feixe antes que ele seja decrescido pela metade do seu valor original, também é uma forma de calcular a atenuação. Se o tecido a ser atingido está a 5cm de profundidade e estiver usando 2.0W/cm2 a 1 Mhz de freqüência, o tecido em questão receberá 1 W/cm2 o qual é a metade do seu valor.

É seguro aplicar o Ultra-som no ligamento colateral lateral dos joelhos em uma pessoa de 15 anos de idade?
O Ultra-som é usado na cura de danos a ligamentos, entretanto, devido a proximidade do ligamento colateral lateral do joelho à epífise de crescimento do fêmur, tíbia e fíbula; o US não deverá ser usado até que o crescimento tenha sido completado. Este centro de crescimento do osso longo em particular encerra-se entre 18 e 20 anos de idade.

O que significa E.R.A?
Área de Radiação Efetiva do cabeçote. Ou seja, a área dentro do cabeçote capaz de produzir efeitos terapêuticos.

Por que os movimentos do U.S. devem ser lentos e contínuos?
Devido a não uniformidade do feixe de Ultra-som, o cabeçote não deve ficar parado sobre um mesmo local. Também não deve ser movimentado muito rápido, pois não haveria tempo do tecido entrar em ressonância. O melhor procedimento é o movimento circular-deslocado, numa velocidade de 1 a 2cm/segundo.



Fonte: http://clinicaverri.blogspot.com.br/2009/03/ultra-som-perguntas-mais-frequentes.html


Tags: ultrassom, ultra-som, estetica, fisioterapia 1 mhz 3 mhz clinica de estetica tratamento estetico lipocavitação ultrasom para estetica ultrassom para fisioterapeuta fisioterapia diferença entre ultra som de 1 mhz e 3 mhz
diferença entre ukltrassom para estetica e fisioterapia diferença entre ultrasom para esteticista e para fisioterapeuta

Um comentário:

  1. quebrei o moleolo interno ( tibia) ,estou com dois parafusos de fixação ,tenho um aparelho destes de ultrasom , com frequências de 1 Mhz e 3 mhz , poderia usar este aparelho que tenho de ultrasom , para diminuir o tempo de ossificação ?

    ResponderExcluir